POR QUE MESA CONVIVAL ?

O uso da grande mesa convival ressuscita o modo de comer dos nossos antepassados: nas mesas familiares ou nas rodas de amigos. Então, antes de tudo: a grande mesa comum e não as mesas separadas para grupos muito pequenos ou casais. Segundo, não o serviço empratado, onde cada um está isolado no seu “pratinho” (que lhe foi despachado pronto da cozinha), mas um modo de servir que estimula o convívio, que convida à partilha, onde quem se serve precisa pensar nos demais que estão à mesa, onde quem quer, pode pedir um pouco mais, onde quem serve pergunta por quem ainda não pegou do molho, por exemplo. Em resumo: o da grande colherada. A rigor, este tipo de serviço chama-se table d’hôte, para nós pode ser o: fique à vontade; sirva-se; vire-se; peça. Convide a provar. Enfim: conviva, partilhe. Assim, o serviço table d’hôte também possui outros méritos, pois descontrai, introduz o improviso e, sobretudo, desmilitariza a mesa e a sala.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s